Coração em Fuga

Se quero precipícios

é porque de chuva

me visto

me ouso

me abuso

 

quero no vôo da vertigem

descobrir-me virgem e abismo

pedra e absinto

 

porque não me dói

o enigma da esfinge.

 

Iara Maria Carvalho