Planeta Água

Planeta Água

  Aproximadamente 65% da massa de um corpo humano é constituída de água, entretanto os corpos continuamente perdem esse líquido de diversas maneiras: através da urina, suor, dejetos sólidos, e até mesmo pelos pulmões expirando. O corpo humano exige um constante suprimento de água para que possa permanecer saudável. Sem água, a maioria das pessoas morreria em duas semanas, e se o ambiente fosse muito quente ou a pessoa estivesse executando algum trabalhando físico intenso, a sobrevivência se limitaria a apenas dois ou três dias.

 Visto pelo lado de fora, o planeta deveria se chamar água. Com algumas "ilhas" de terra firme, cerca de 2/3 de sua superfície são dominados pelos vastos oceanos. Os pólos e suas vizinhanças estão cobertos pelas águas sólidas das gigantescas geleiras. A pequena quantidade de água restante divide-se entre a atmosfera, o subsolo, os rios e os lagos. Estimam-se em cerca de 1,35 milhões de quilômetros cúbicos o volume total de água na Terra. Acontece que, 97,5 % da Água do planeta é salgada e está nos Mares e Oceanos. 0,007 /% é doce encontrada em rio , lagos e na atmosfera de fácil acesso para o consumo humano.  Durante milênios a água foi considerada um recurso infinito.

 A generosidade da natureza fazia crer em inesgotáveis mananciais, abundantes e renováveis. Hoje, o mau uso, aliado à crescente demanda pelo recurso, vem preocupando especialistas e autoridades no assunto, pelo evidente decréscimo da disponibilidade de água limpa em todo o planeta. Recurso natural de valor econômico, estratégico e social, essencial à existência e bem estar do homem e à manutenção dos ecossistemas do planeta, a água é um bem comum a toda a humanidade. O Brasil detém 11,6% da água doce superficial do mundo. Os 70 % da água disponíveis para uso estão localizados na Região Amazônica. Os 30% restantes distribuem-se desigualmente pelo País, para atender a 93% da população.