Brasil Império

                                                    1500– Descobrimento do Brasil. Celebração da primeira missa.

As pedras preciosas da co roa de D. Pedro I foram retiradas e usadas na confecção da coroa de D. Pedro II1530– Primeira Expedição colonizadora chefiada por Martin Afonso de Souza.1501– Primeira Expedição de reconhecimento de Américo Vespúcio.

1532– Fundação das vilas de São Vicente e Piratininga.

1533– Instituição de Capitânias hereditárias.

1536– Fundação de Santos.

1537– Chegam os primeiros escravos africanos ao Brasil.

1548– D. João III nomeia Tomé de Sousa governador geral do Brasil.

1549– Fundação de Salvador. Comandados por Manoel da Nobregal chegam os primeiros jesuítas.

1553– D. João III nomeia Duarte da Costa, segundo governador geral do Brasil.

1554– Invasão dos franceses ao Rio de Janeiro, comandados por Vilegaignon, fundação da França Antártica.

1557– Mem de Sá é nomeado terceiro  governador geral do Brasil.

1565– Fundação da vila de São Sebastião, futura cidade do Rio de Janeiro.

1574/1614– Em perseguição aos franceses, os portugueses vão ocupando, para Portugal, a Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará e maranhão.

1580– Com a morte de D. Sebastião, o reino português passa, por direito de sucessão, a integrar o reino da Espanha.

1612– Franceses fundam São Luiz do Maranhão. Foram expulsam em 1615.

1624– Primeiro ataque ao Brasil. Tomada de Salvador. Foram expulsos em 1625.

1580/1640-  Período inicial do bandeirismo, chamado caça índios.

1640– Portugal se liberta do domínio de Castela.

1641- Domínio Holandês no Maranhão.

1644– Holandeses são expulsos do Maranhão. Nassau é destituído do seu cargo pela companhia das Índias ocidentais.

1654– Expulsão definitiva dos holandeses.

1680– Fundação da colônia portuguesa de Sacramento.

1684– Revolta de Beckman, no Maranhão.

1694– Derrota do quilombo dos Palmares. Criada na Bahia a primeira casa da moeda.

1706– A colônia de Sacramento é capturada pelos espanhóis.

1707– Guerra dos Emboabas.

1710– Revolta dos mascates, em Pernambuco.

1715– A colônia de Sacramento é devolvida aos portugueses.

1720– Revolta de Felipe dos Santos, em Minas Gerais.

1750– Tratado de Madri.

1759– Expulsão dos Jesuítas do Brasil.

1789– Inconfidência Mineira.

1808– Chegada da família real ao Brasil. Abertura dos portos.

1809– Ordem régia determina o encaixotamento e embarque da Real Biblioteca, do Real Arquivo da torre de Tombo e de documentos importantes do paço para o Brasil.

1810– Chega ao Brasil a primeira leva da Real Biblioteca e da livraria do Infantado, além da coleção dos manuscritos da Coroa. A Real Biblioteca é instalada no andar superior do hospital da ordem do Carmo, sendo aberta aos estudiosos, através de um decreto, em 29 de outubro do mesmo ano.

1811-  Chega ao Rio de Janeiro o Bibliotecário Luiz Marrocos, trazendo o segundo lote de livros da Real Biblioteca. Em Novembro do mesmo ano chega José Lopes Saraiva, com os últimos 87 caixotes de livros. Também são doados para a biblioteca Real os impressos e manuscritos do Frei José Mariano da Conceição Veloso.

1814– A Real Biblioteca é aberta ao público.

1815– Elevação do Brasil à categoria de Reino unido a Portugal e Algarves.

1816– Insurreição Pernambucana.

1817– O Príncipe Regente é aclamado Rei de Portugal, Brasil e Algarves. Com o título de D. João VI.

1821– Retorno da família real, juntamente com os manuscritos da coroa para Portugal.

1822– D. Pedro I proclama a Independência do Brasil.

1823– Outorgada a primeira constituição. Confederação do Equador

1824/1828– Guerra Cisplatina.

1825– Areal biblioteca é avaliada em 800 contos de réis. Representou parte da indenização que o Brasil teve que pagar a família real portuguesa para obter o reconhecimento da independência.

1831– Abdicação de D. Pedro I. Eleição regência trina permanente.

1834– A regência trina é substituída pela regência Una. Renúncia de Feijó, Sabinada, na Bahia.

1835– Cabanagem, no Pará. Guerra dos farrapos no Rio Grande do Sul.

1838– Balaiada, no maranhão.

1839– Proclamada a maioridade de D. Pedro II, imperador do Brasil.

1847-  Implantação do parlamentarismo no Brasil.

1848– Revolução praieira em Pernambuco.

1850– Lei Euzébio de Queirós.

1851/1852– Derrota de Oribe (Uruguai) e Rosas (Argentina) por tropas Brasileiras.

1862/1863– Questão Christie.

1865– Tratado da tríplice aliança.

1865/1870– Guerra do Paraguai.

1871– Lei do ventre livre.

1872– Questão religiosa devida à interdição das irmandades ligadas à maçonaria.

1883– Questão militar, causada pela proibição de manifestações públicas.

1884– Lei dos sexagenários.

1888– Abolição da escravatura.