Página do Governo | Constituição estadual | UFG

 

Goiás

Breve relato histórico 

   

 Estado situado a leste da região Centro-Oeste. Tem como limites: Tocantins (N), Minas Gerais (L e SE), Bahia (L), Mato Grosso do Sul (SO) e Mato Grosso (O). Ocupa uma área de 341.289,5km2. A capital é Goiânia. As cidades mais importantes são: Goiânia, Anápolis e Luziânia.

 

Goiás integra o planalto Central, sendo constituído por terras planas cuja altitude varia entre 200 e 800 metros. Paranaíba, Aporé, Araguaia, São Marcos, Corumbá, Claro, Paraná e Maranhão são os rios principais.

 

A economia se baseia no comércio, na indústria (de mineração, alimentícia, de vestuário, mobiliária, metalúrgica, madeireira), na pecuária (principalmente bovinos e bufalinos) e na agricultura (soja, arroz, algodão, cana-de-açúcar).

 

Os bandeirantes e pecuaristas de São Paulo foram os primeiros a ocupar a região em busca de terras mais produtivas. Em 1592 foram descobertas as primeiras minas de ouro, mas apenas em 1727 o segundo Anhangüera (Bartolomeu Bueno da Silva) encontrou o veio mais rico, perto do qual fundou o arraial de Santana. A exploração do ouro atingiu o apogeu na segunda metade do século 18.

 

Em 1748 foi criada a capitania de Goiás, desmembrada da de São Paulo, que, em 1824, tornou-se província. Ao mesmo tempo em que as minas começavam a se esgotar, a lavoura e a pecuária se transformaram nas principais atividades econômicas, a partir de 1860.

 

A abertura de estradas e a navegação, no século 19, facilitaram o escoamento dos produtos, enquanto a construção das novas capitais -- Goiânia (1935) e Brasília (1956) -- favoreceu a economia.

 

Em 1988, o norte de Goiás foi desmembrado, formando o Estado de Tocantins.

 

 

 

Fonte: República Federativa do Brasil

 

                            

                                          Fatos históricos  

 

 

 Seculo XVIII - auge da exploração do ouro na região

1744 - O estado separa-se de São Paulo

1824 - Goiás é elevado a província

1942 - Construção de Goiânia (nova capital)

1988 - O norte do estado é desmembrado, transformando-se em Tocantis